segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Perfumes V - O Homem do Trem


O protagonista da minha saga sobre perfumes reapareceu.

Hoje, sentada sozinha num trio de cadeiras da estação do metrô, entretida entre meu mp3 e as funções do celular, uma sombra passou. E junto com ela veio um delicioso rastro de perfume. Olhei e me espantei: o Homem Perfumado sentado ao meu lado!

O mesmo senhor distinto, grisalho, bem vestido e do perfume bom de um dia desses.

Disse para mim mesma "é hoje". Desligo o celular e quando estou enrolando apressadamente o fone do mp3, me preparando para dizer "me desculpe, mas poderia me dizer que perfume você usa?", ele se levantou. Lástima.

Tentei, mas não o alcançei antes dele entrar no vagão. Acabei entrando no mesmo, mas em outra porta. Ele se encostou na parede longe de mim. Que homem difícil!

Então, inusitadamente, um bêbado resolveu puxar assunto com os passageiros, chamando a atenção das pessoas. Eu, encostada numa pilastra, passei a olhar o horizonte, olhar de indiferença.

Mas, ao me virar, quase caí de costas. O homem do trem estava parado de pé, ao meu lado, olhando o horizonte também. Com mais indiferença ainda.

Dou uma olhadinha para ter certeza: é ele mesmo, o mesmo homem grisalho, porém com uma destacável aliança na mão esquerda. É, ele é casado, seria muito indelicado eu perguntar qual era o perfume que ele estava usando? Pensei que se fosse com meu marido, eu iria odiar. Talvez seja melhor não perguntar.

Passamos a viagem inteira, de novo, próximos, mas sem trocar uma palavra. Na minha cabeça fiquei pesando a relevância de uma pergunta. E para justificá-la, passei a aguçar meu sentido.

Era um perfume doce e amadeirado. Como se ele tivesse passado minutos antes e a nota de cabeça ainda não tivesse evaporado... Ou seria o meu próprio perfume que me confundia? Enpinei o nariz, expirei de um lado, inspirei do outro e constatei: não era o mesmo perfume. Ia perguntar para quê?

Quando me dei conta, nossa estação chegou, ele desceu primeiro, se enfiou no meio da outras pessoas, subiu a escada rolante, atrasadíssimo e sumiu no seu próprio rumo.



Índice

Perfumes I - Percorrendo o mundo virtual dos Aromas

Perfumes II - Seguindo Aromas

Perfumes III - Que tipo de perfume combina com você?

Perfumes IV - Anotações no Café

Perfumes V - O Homem do Trem


2 comentários:

André Hebert disse...

O que esta faltando fazer é juntar alguns amigos e segurar este homem no metro rs... assim poderá saciar a sua curiosidade de saber que perfume é o que ele usa rs...
Eu agora peguei a mania de antes de sair de casa me perfumar apos ler seus artigos rs.. e olha qu enem gosto de perfume creme e estas coisas pelo menos nao em mim rs... meu perfume nao é assim um de inebriar curiosidade no metro nao mas da pro gasto rs... beijos a todos...

Stergios disse...

Voce e muito talentosa.