domingo, 13 de setembro de 2009

O que fazer quando se leva um FORA?


Um amiga estava na fossa. Levou um fora do cara com quem estava saindo.

Quem nunca levou um fora? Nessas horas...

O amigo íntimo diz:
- Chame seu amigo mais canalha para beber até cair. Ele vai lhe sacanear tanto lembrando de como o cara é um filho da P***, zoar com sua cara e lhe deixar com uma baita ressaca moral que só de pensar naquele cafajeste, você vomita.

A amiga diz:
- Putz! Vamos sair para dançar, beber e conhecer gente mais interessante! Você merece coisa melhor.

A mãe diz:
- É a vida, minha filha. Deus quis assim. Vai ver que não era para ser...

O pai diz:
- Ainda acho que você não deve se casar.

O amigo gay diz:
- Que é isso, nega? Vai ficar na fossa? Vamos agarrar outro!

O terapeuta diz:
- Eu disse.

Enfim, independente do conselho, a mulher reage de três formas: cai no choro e se enfia debaixo das cobertas até ser resgatada pelas amigas, faz da vida do cara um inferno ou dá a volta por cima e parte para a outra.

Meu lema é "tudo passa". O planeta possui quase 7 bilhões de habitantes e muita gente interessante por aí. Numa dessas voltas planetárias, há de se esbarrar com alguém legal. Então, a melhor solução é o conselho da amiga: vamos sair!

Acho que quando saímos dispostas a sermos felizes, de bem com a vida, pessoas interessantes aparecem atraídas por esse encanto. Mas, desde que não fiquemos caçando-as por aí, pois as afinidades rolam naturalmente, sem precisarmos forçá-las. Quem não quer estar ao lado de uma companhia agradável e simpática?

E ficar frequentando os mesmos lugares que iam juntos, bisbilhotando a vida virtual do cara ou perguntando aos amigos também não ajudam em nada na cura dessa dor.

Bola para frente e sorriso no rosto que o Mundo a espera!

Um comentário:

André Hebert disse...

sempre falei que um bom porre cura tudo, menos a ressaca do outro dia, e se um porre não resolver tome outro e outro o bom e beber... afinal por experiência própria de varias e eu disse varias situações de fora, sei que só o tempo resolve um coração partido, mas beber ajuda a aguentar a zoação do amigo FDP, que você vai levar pra beber que beber sozinho também ninguém merece...