domingo, 1 de fevereiro de 2009

Daniel Briand - Um cantinho francês



Dicas são boas, mas boas dicas são melhores ainda. E essa, eu realmente tenho que agradecer minha amiga Marry Popins pela excelente indicação.

No plano piloto de Brasília, numa esquina quase escondida entre ciprestes e árvores da área verde da 104 Norte, encontrei Daniel Briand. Uma confeitaria francesa com um chef francês de verdade!

Deliciosas tortas, bombons exóticos (pimenta com manga é um deles), cestinhas de pães da casa (dá para provar um legítimo croissant), quiches, patês, vinho Côtes Du Rhône, música típica e garçons que falam francês.

Reduto de franceses em Brasília, francófonos, simpatizantes (como eu) e apreciadores gastronômicos. Junte essa turma no final da tarde para um café expresso e uma das maravilhosas tortas Le Briand, arremate com um dos bombons como sobremesa. Pronto, por algums horas é possível estar num café ou bistrô na França.

Um ambiente estilizado, valorizado nos detalhes, um lugar aconchegante à meia luz das lâmpadas amarelas.

Nas paredes, obras de artistas franceses. No chão, azulejos coloridos compõe os detalhes das portas. As mesas e cadeiras campestres estão espalhadas na calçada e se integram com a área verde. Um pequeno vaso com flores naturais do campo enfeita cada uma delas.

Os doces são expostos em vitrines de madeira, do chão ao teto. Um carrinho de sorvete, de fabricação própria, descansa na esquina para apurar o sabor entre um prato e outro.

Mas, o que realmente chama a atenção, e faz com que os garçons tenham muita paciência para esperar o pedido do cliente, são os cardápios estilizados. O conteúdo bilíngue é igual, mas as fotos que os compões tranforman-nos em álbuns de fotos documentais do interior da França.

Cada um possui uma composição diferente, em preto e branco, tiradas entre 1970 e 2007 pela fotógrafa brasileira Luíza Venturelli, esposa de Briand.

De acordo com a romântica história; Luiza, na época doutoranda em fotografia, conheceu Daniel, um chef da região de Anjou, num curso de gastronomia. Mais precisamente, num curso de croissant em um centro cultural de Paris. Ele, o professor. Ela, a aluna. Se apaixonaram e mudaram para o Brasil.

Da união da duas culturas nasceu a charmosa Daniel Briand Pâtissier & Chocolatier. "Queríamos que as pessoas encontrassem também a cultura, o belo e o charme de um ambiente francês", diz Luíza em seu cardápio-álbum.

A base dos doces ainda é feita por Briand. Ele conta apenas com o apoio de uma ajudante e ainda cria novos sabores. Daniel parece ser bem criterioso nos ingredientes e na confecção de seus produtos, tudo é feito de forma artesanal utilizando chocolate belga.

Alguns ingredientes são importados, outros são brasileiros, mas para isso ele percorreu vários lugares no Brasil em busca de ingredientes semelhantes aos usuais franceses.

A Daniel Briand Pâtissier & Chocolatier foi eleita pela revista Veja, em 2007, como a melhor confeitaria do Distrito Federal. Mas, opino, o charme da história do casal e a tradicional decoração dão um gostinho muito mais especial às delícias.

Acredito que charme tem sabor. E esta pâtissier tem muito charme.

4 comentários:

André Hebert disse...

DEVE SER CARO, VOCÊ PEDE UMA PORÇÃO DE PÃES, SE ENTENDE EM FRANCÊS QUE PORÇÃO É O NOME PARA DOIS, NUM LUGAR DESTE É O UNICO LUGAR EM QUE O CARDAPIO TEM O PREÇO E LOGO EM SEGUIDA AS FORMAS DE FINANCIAMENTO, AI VOCÊ CHEGA SENTA, REPARA QUE O PRATO QUE O GARÇOM ACABOU DE SERVIR, "GARÇOM MEU PRATO ESTA ÚMIDO" E ELE PRONTAMENTE TE RESPONDE " ÚMIDO NON É A SUA SOPA DE ENTRADA PODE TOMAR"... AI PRONTAMENTE VOCÊ PEDE A SALADA DE ACOMPANHAMENTO, E O GARÇOM PERGUNTA " ELA VAI ACOMPANHAR O QUE?" E VOCÊ RESPONDE " MEU LINDO COPO DE AGUA DE 9 REAIS" ELE " ESTA É COM GÁS, É 19 REAIS"...
E ASSIM VAI A CULINARIA FRANCESA QUE DIGA-SE DE PASSAGEM E UM POUCO PREGUIÇOSA UMA DAS MAIS FAMOSAS IGUARIAS DA CULINARIA FRANCESA É O ESCARGOT, VC JA VIU O ESCARGOT FUGIR, TA LA O COZINHEIRO ANDANDO PELO JARDIM E DE REPENTE "PLAFT" É O ABATE... ELE PEGA E SOPRA O BICHO , É O PREPARO... AI COLOCA NO PRATO COM O OUTRO QUE ELE JA HAVIA PEGO E DIZ, "FRANÇOAS, LEVE POR FAVOR NA MESA 3 E COBRA A PORÇON..."

BEM DEVE REALMENTE SER GOSTOSO MAS ISTO NAO ME PERTENCE RS...
BEIJOS A TODOS...

Criska disse...

Bem, Hebert, é uma confeitaria. Então não há toda essa cerimônia, mas é caro sim. Mas, nada exagerado. Dá para apreciar uma torta e um expresso por R$15.
O quilo do bombom custa R$175. Uma taça de vinho varia entre R$11 a R$17.
Vale a pena ir uma vez na vida.
Bjs.

Anônimo disse...

Sei que estou fazendo um comentário super atrasado, visto que o post é de 2009, mas enfim, lendo o comentário do tedioso André, digo: querido, da próxima vez tente ao menos não copiar uma frase de Friends (sim, o seriado americano), pois essa da água e salada foi dita por Rachel, bem nas temporadas iniciais do programa. Criatividade cai bem André, caso contrário podemos dizer que, usando suas palavras e sua visão da culinária francesa, você é tão preguiçoso quanto...

Criska disse...

Caro anônimo, foi só uma brincadeira no blog de uma amiga, essas coisas não se devem ser levadas a sério por outros leitores.
Mas, o André já está melhorando. Outro dia fomos a uma cantina italiana, logo irá tbm ao Daniel Briand e outros lugares mais. Ele adora comer! rs